Razões para não casar


por Tággidi Ribeiro

Este post é um exercício parafrástico e paródico. Tem como base um top 10 da revista Alfa que elenca motivos para que os homens não se casem. Não sou contra o casamento, nem entusiasta. A mídia, no entanto, diz às mulheres que é necessário casar (elas querem), enquanto diz aos homens que devem fugir de compromisso (eles odeiam) - então, bem, a mídia como que prepara a infelicidade das pessoas (o que serve para o que eu disse nesse outro post).

10 razões para não casar
Você sonha em casar, mas está realmente pronta para esse compromisso? Subvertidas vai ajudá-la a entender porque é melhor ficar solteira.

1. Ele vai ficar gordo
Ele vai ficar gordo, careca e se jogar sem camisa no sofá com uma lata de cerveja enquanto assiste ao futebol. Ainda assim, se você engordar (e você vai, porque todo mundo engorda com o passar do tempo), é ele quem vai te deixar. É necessário mesmo listar outras nove razões para não casar?

2. Casamento acaba com as suas opções
Você, mulher que trabalha, bem sucedida na carreira, que aprendeu com os homens que é mais fácil conseguir sexo com gente mais jovem e com pouco dinheiro - você vai perder suas opções fáceis se casar! O office-boy da empresa, o motoboy da empresa, o auxiliar administrativo da empresa... esse cardápio vai ficar de fora da sua dieta. Afinal, não 'pega bem' uma senhora trair o marido. Sorry.

3. Casamento custa caro
Puxa vida, você ganha 30% menos que os homens para exercer uma mesma função e ainda quer casar? Sério mesmo? E vai querer dividir a conta da festa com o noivo, né? Tsc, tsc, tsc...

4. No fim, casamento é só um papel
Se você o assina, seu parceiro fica gordo e preguiçoso, suas opções fáceis de sexo/traição acabam e você ainda perde um dinheirão. Se você não o assina, todos os grandes problemas de um relacionamento duradouro desaparecem.

5. Casamento acaba com a espontaneidade
Isso é muito sério: o casamento faz todos os homens virarem máquinas. Esqueça as flores e os bombons, aqueles presentes tão espontâneos e originais que você costumava receber. O sexo, que antes era puro fogo e paixão, incrementado pela imaginação aparentemente infinita do seu parceiro, passa a ter hora marcada (e vocês ainda discutem o preço do motel).

6. Casamento é compromisso constante
A vida deve ser bem vivida, mas é um pouco difícil quando você passa metade do seu tempo fazendo o que ele quer. No casamento você concorda não só nas pequenas decisões do dia a dia, mas também no modo de vida - até mesmo onde aplicar aquele dinheiro que poderia ser muito bem gasto em uma grande viagem para Vegas, Nova York ou Paris mas, no fim, vai para a poupança das crianças.

7. Casamento é o fim do sexo de qualidade
Ainda vai haver sexo, às vezes. Talvez nos aniversários ou em uma ou outra comemoração. Porém, as transas vão ser nos mesmos lugares, na mesma posição (papai e mamãe sim ou com certeza?). Alguns casais podem tentar variar, mas será por pouco tempo. Quando a gente não é casada, as transas são constantes e a qualidade é garantida. O casamento é a treva do sexo com prazer.

8. Normalmente, casamentos falham
Depois que esse governo antifamília fez uma lei que facilita o divórcio, então... Depois da aprovação da lei, o número de divórcios subiu 109%, em um ano, em São Paulo e Belo Horizonte. Levando em consideração também que, em mais de 70% dos casos, é você quem vai pedir pra sair, porque entrar na brincadeira?

9. Casamento não permite mais assumir riscos
A vida envolve se jogar para desafios e correr riscos. Se cair ou falhar, você assume a responsabilidade. No entanto, casada, é preciso pensar duas vezes. Você não pode arriscar a vida, dinheiro, saúde de outra pessoa, certo? Casamento significa pensar para o bem de duas pessoas. E justamente isso pode atrasar decisões importantes na sua vida. Eu sei que agora você deve estar se perguntando porque ninguém nunca tinha dito isso antes. Só falam pra você como é mágico ser pedida de joelhos em casamento e depois entrar toda princesa, de branco, na igreja.

10. Casamento é para sempre
Pense na mulher que você era há alguns anos. Pense de novo e analise como a sua vida está diferente. Agora, tente se ver em dez anos: você pode continuar parecida, mas seus gostos mudaram, seus sentimentos e emoções. Você consegue imaginar um homem ao seu lado? Sem riscos, sem viagens de fim de semana de última hora, sem dinheiro mal gasto, com filhos e ainda fazendo todo o trabalho doméstico. Mas com sexo (sem qualidade) sempre que quiser (e ele consentir e/ou quiser também), até o fim dos seus dias. Até que a morte os separe. Sim. Você pode beijar o noivo.




5 comentários:

  1. Tággidi, sua gênia! Ri um monte, adoguei! Valeu, o dia ficou mais divertido. E prepare-se para polêmicas, sua destruidora de lares anti-casamento. ahahahahah

    ResponderExcluir
  2. hahahaha!!! acabei de dar uma modificadiiiinha no texto, para dizer que não, não sou contra casamentos. mas acho que não vou convencer - rsrsrs. bem, obrigada, Mazu! bom saber que 'foi bom pra você'. rsrsrs

    ResponderExcluir
  3. quem diria quen diz que ama a DEUS evangelicos ete e uma vergonha sem comentarios

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. alguém entendeu isso, gente?

      Excluir
  4. Concordo plenamente..Obrigada por documentar minha escolha,assim,meu namorado JAMAIS pensará nisso!

    ResponderExcluir