Quem são os masculinistas?

por Tággidi Ribeiro



Pensem numa pessoa entediada. Bem, sou eu. Estou entediada neste momento por uma coisa só: porque é necessário falar dos masculinistas, ou seja, dos homens que não amam as mulheres. A Lola Aronovich já falou muito deles. Mas ainda não foi, não é o suficiente - e sabe-se lá quanto será suficiente falar de gente que é ou louca, ou burra. 

Porque os masculinistas não são outra coisa: são loucos ou burros. Provavelmente as duas coisas, como diria o Chaves. Não posso dizer que sejam simplesmente imaturos, pois que têm na maioria das vezes mais de vinte e poucos anos - perdoamos sempre os arroubos da adolescência, mas a homens adultos e vacinados só podemos deplorar a falta de capacidade intelectual ou a pura desrazão. #fazeroquê 

Masculinistas são homens que dizem que vivemos numa sociedade 'bucetista', que lambe o salto das mulheres, como se realmente nós, mulheres, comandássemos o mundo. Se você (homem ou mulher) acha que nós mulheres comandamos o mundo, olhem para as taxas de estupro reportado na Inglaterra - país de primeiro mundo, longe de ser tão machista quanto o Brasil - e ponham a mão na consciência. Olhem para o dinheiro e para o poder - que estão na mão de quem

Olhem para o islã... Embora o problema não seja, fundamentalmente e sem trocadilho, o islã. O problema são todas as nações e religiões deste planeta insistindo que as mulheres não somos iguais, com nossas dores, alegrias, desejos e história. Nosso mundo, mesmo sabendo de tanto, não consegue admitir o básico: pertencemos a uma mesma espécie, não há porque sermos consideradas inferiores e tratadas como tal por nossos companheiros.

meme genial da Maíra Lacerda.
Os masculinistas, no entanto, ao melhor estilo old school década de 1950, rejeitam qualquer ideia que se aproxima de igualdade e criticam este momento singular da história, nos seguintes termos: as namoradas não são mais 'capazes' de fazer mingau para seus namorados e isso significa o fim dos relacionamentos. Tudo culpa do feminismo!
mais um meme da Maíra!

Masculinistas são homens que seguem um tal de Nessahan Alita e dizem 'praticar o desapego', o que significa basicamente que eles fogem de se envolver emocionalmente com mulheres, considerando-as 'depósito de porra'. Apenas as novinhas (meninas entre 12 e 18 anos) e superlindas jovens interessam, pois para eles a vida de uma mulher acaba aos 30 anos. Para o homem, começa aos 30 anos.

Bem, depois de comer merda pra poder cagar isso tudo aí, os masculinistas ainda se julgam 'homens honrados'. E tanto que podem chegar a planejar assassinatos, serem cúmplices de chacina e fazerem apologia ao estupro e à morte de mulheres, negros e homossexuais. 

Você não sabia que os masculinistas existiam? Bem, agora você sabe. Uma única página no facebook reúne mais de 20.000 desses descerebrados misóginos - que reclamam da falta de mingau...

ps: denuncie páginas preconceituosas, sempre

83 comentários:

  1. O masculinismo é um movimento sério que surgiu nos EUA pra combater as leis abusivas de divórcio e pensão que alguns estados adotam naquele país, por favor pesquise direito e não associe o masculinismo a esses retardados da "Real".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe lei absurda nenhuma relacionada a esses tópicos que você citou. Coloque alguma lei absurda aqui, e farei questão de mostrar que ela só pode ser considerada absurda por alguém que tem a capacidade mental pouco explorada.

      Excluir
    2. Não estou falando de EUA, afinal, não estou lá.
      Mas aqui no Brasil existe um sistema absurdo com relação à pensão alimentícia sim, tratando-se da impossibilidade que o homem que está pagando pensão pedir prestação de contas e fiscalizar se o dinheiro que ele está pagando para a criança está, real e efetivamente, sendo revertido em prol dela.
      Este é um exemplo de lei absurda.

      Excluir
    3. Iceman, claro que há possibilidade de pedir prestação de contas e fiscalizar o dinheiro.

      Olha, eu acho feminista um ser bem babaquinha, mas alguns homens, pela-mor-de-deus, são frouxos demais.

      Excluir
  2. O movimento é sério/O movimento é sexy/E a mulherada se joga assim! Hahaha. Eu já li toda a porcariada de vocês. Levar a sério seu mimimi é prova de burrice - a prova de que o movimento é tosco são aqueles que o seguem, incluindo os 'retardados' (opa!) da Real e você. Licença-paternidade; direito à guarda dos filhos e à pensão; pílula masculina - o feminismo está com vocês, mas não precisamos lutar por isso, a maioria dos lugares de poder é masculina, portanto, façam o favor de mexer a bunda pra pressionar seus congressistas. Aliás, que tal pressionarem seus congressistas para ter direito à licença-paternidade e não para nos proibir o direito ao aborto? Tággidi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aham claudia senta la!

      Excluir
    2. Concordo com a parte de pressionar congressistas.

      Porem você não tem direito de matar uma criança, não importa se ja nasceu ou não. O direito a vida vem antes dos outros direitos, é vergonhoso alguem comparar um assassinato com uma cirurgia plastica, onde se arranca o que quer e esta tudo certo.

      Excluir
    3. E a vida das mulheres que morrem fazendo aborto clandestino? A vida delas tem menos valor que a de um feto? Veja esse texto: http://subvertidas.blogspot.co.uk/2012/09/e-se-sua-mae-abortasse.html

      Excluir
    4. Você quer que um crime seja liberado porque as pessoas morrem comentendo o crime ? é a mesma coisa de liberar a escravidão porque muitas pessoas morrem sem ar nos containers usados pra transportalos.

      A vida do bebê tem o mesmo peso do da mãe, se ele não vai sobreviver ao parto, ai sim faz sentido.

      Eu ja pensei muito sobre isso, até no caso de estupro, mas eu não consigo concordar em matar uma pessoa inocente por causa que o pai dela não presta, ou porque a mãe não tem dinheiro pra sustentar.

      Excluir
    5. É muito estranho os dados que as feministas apresentam sobre o número de mortes de mulheres por aborto clandestino, é muita gente morrendo sem senhuma punição e sem ninguém ficar sabendo. Não acha estranho as feministas não denunciarem clínicas de aborto clandestino, não lutarem por mais fiscalização, pela punição exemplar dos médicos que praticam o aborto nessas mulheres, por mais conscientização e acesso a métodos anticoncepcionais. Não para elas o que salvará essas mulheres é matar os seus filhos, seus não nossos, porque caso vcs esqueceram mesmo a criança estando no útero de vcs ela tem um pai e esse tem o direito de saber da gravidez e o dever de proteger seus filhos. Vcs são donas do útero, mas não da criança, o dono da casa não é dono das pessoas que estão dentro dela.

      Excluir
    6. @Roberta.

      Ninguém está obrigando mulheres a fazer abortos clandestinos.
      Essa analogia é falsa, a pessoa morre porque ESCOLHEU cometer um crime e não porque a vida dela tem menos valor.
      Cada coisa...

      Mas, já estou acostumado com isto, o feminismo é um movimento imoral e desonesto.
      Pegam algumas poucas verdades, mesclam-nas com muitas mentiras e, com divulgação massiva e chororô, apresentam isso como uma verdade absoluta.
      A desonestidade intelectual impera no meio feminista.

      Excluir
  3. Hahaha! Tá vendo? Falta de empatia com as mulheres (misoginia) - é dessa matéria que os mascuzinhos são feitos. Senta lá você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe Tággidi, gosto muito dos seus textos, mas este...Seu texto soa impreciso, com palavras baixas. Ao ridicularizar o movimento masculinista, que repudia o machismo, você se põe no mesmo lugar daqueles que tiram sarro do feminismo. Se muitas pessoas seguem o masculismo porque reclamam da "falta de mingau" é porque elas estão esquivocadas, pois nem sabem o que isso significa. Em parte, isso se deve às ideias erradas que são propagadas por aí. Cabe a todos nós lutar contra isso e contribuir para uma sociedade mais justa e igualitária. Um abraço

      Excluir
    2. Misoginia já virou "falta de empatia com as mulheres", ou seja, misoginia para uma feminista é falar qualquer coisa sobre a mulher que o feminismo não concorde.

      Excluir
    3. você mais parece uma garota mimada chorando pela perda do pirulito, achou que nunca um dia alguém poderia mudar a historia assaltando seu pirulito......

      Excluir
  4. Calem a boca vocês aí que falam MERDA! O masculinismo é um movimento filosófico que determina direitos ao homem ou aos homens, que vêm sendo oprimidos pelo feminismo. Não quer dizer machismo como vocês pensam né, gentalha sem noção! Esse negócio de VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER É PURO SEXISMO! O certo é COMBATE à VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, seja ela contra a mulher e contra o homem. Qualquer distinção aos gêneros com essa PARCIALIDADE, eu acuso todos vocês de SEXISTAS, por ficarem aí apoiando as mulheres e contrariando os homens. A violência contra a mulher NUNCA TERÁ FIM! Lembrem-se disso! Masculinismo NÃO É MACHISMO, E PONTO FINAL!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pela violência do *seu texto*, não me admiraria se você fosse um perpetrador de violência contra a mulher...

      Excluir
    2. o Quico ficou contrariado... Gentalha, gentalha!

      Excluir
  5. hahaha! no texto está escrito que masculinistas são loucos ou burros - o comentário só reforça isso. mimimi 'homens oprimidos pelo feminismo' - kkkkkkk!!!!

    ResponderExcluir
  6. Ártemis, o conceito de 'adequação', usado durante muito tempo na construção da obra literária, diz que se deve adaptar a linguagem à matéria tratada. Eu não fiz nada muito diferente disso: para conteúdo baixo, linguagem baixa. E olha que ainda peguei leve. Agora, vou te dizer o que é baixo nível MESMO. Baixo é dizer que feministas não são humanas e que por isso agredi-las não constitui crime. Adivinha quem escreveu isso? Um mascu. E não me venha dizer que esse um constitui exceção, porque não é. O engenheiro Emerson, que hoje está preso, incitava o estupro de mulheres (isso é baixo). Havia milhares de homens nos seus fóruns. Fazendo uma conta por baixo, as páginas masculinistas no FB contam mais ou menos 100.000 homens e todas elas são ofensivas em graus variados. Não me venha dizer que a minha linguagem é um problema. O problema são esses milhares de homens incapazes de enxergar as mulheres como gente.
    Tággidi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tággidi, você não precisa apontar o problema e explicar o que é baixaria, porque eu tenho plena ciência disso. A questão é a forma de abordar. Eu discordo mesmo dessa abordagem porque assim é criado um ciclo vicioso e acho que o movimento feminista perde o crédito. Eu tomo isso como experiência própria, antes de me tornar vegetariana, eu até zombava de quem era, pois pensava que eles eram um bando de extremistas que achavam que todo mundo que comia carne não tinha coração. E quanto mais xingavam, mais eu queria ser diferente deles. Eu só mudei, anos depois, pois tive a sorte de conversar com gente séria, que estava aberta a discussões e que me mostrou o porquê de todo o movimento. Não pense que não sinto meu sangue ferver em fúria quando leio, ouço e presencio o "machismo nosso de cada dia" e que eu também não ache que homofóbicos e machistas são um bando de CUZÃO. A questão é que a mudança vem de dentro para fora e uma luta assim, só se vence com palavras e ideias, única forma de atravessar a blindagem do preconceito. Usar a arma do "inimigo" como os xingamentos, só serve para deixá-lo mais forte.
      Acho que uma linha legal de abordagem foi aquela do seu texto "Bater em homossexuais é a legítima defesa dos machos". Objetivo, muitíssimo bem escrito e que leva a uma verdadeira reflexão. Um abraço!

      Excluir
  7. Pô, Ártemis, comparar rejeição ao vegetarianismo com rejeição ao masculinismo é f*da, hein? E discordamos frontalmente: não é o registro de linguagem que elevará o feminismo, nem o fará perder o crédito. Você julga talvez que o feminismo é algo recente, mas não é (ou pelo menos seu fundamento não é). Durante toda a história do Ocidente tivemos homens e mulheres defendendo a igualdade entre homens e mulheres. Seus discursos sempre foram os melhores, mas os homens, mais fortes, detentores da propriedade e do dinheiro, impuseram um outro discurso, que naturalizou a inferioridade das mulheres, em vez de aboli-la. Que faltou a estes homens? Entendimento? Também. Mas sobretudo faltou moral, faltou sentido de justiça, faltou ética, faltou humanidade. Por outro lado, a arrogância e o desejo de poder sobejaram. E, você deve saber, onde sobeja arrogância, sobeja o erro; onde sobeja desejo de poder, sobeja a violência. Assim é que esses homens que falaram de verdade, felicidade, justiça, ética e liberdade puderam protagonizar as cenas mais violentas e sumamente infelizes de toda a história. Portanto, Ártemis, não é o registro baixo de meu discurso que o invalida, assim como um registro formal não o tornaria mais válido - quem defende a violência contra as mulheres não o perdoará, quem luta contra ela o perdoará sempre. O masculinismo não merece discussão nem reflexão, merece a extinção - e tenho dito. Por fim, defendo que o feminismo tem direito a se apropriar de todos os registros de linguagem - a ideia de que feminista boa é feminista 'séria' não está longe da ideia de que mulher boa é mulher calada. Obrigada pela participação e saiba que nenhuma de minhas palavras foi dita contra você, mas contra suas ideias.

    ResponderExcluir
  8. Daniel Cortes09/04/2013 11:35

    O masculinismo é um movimento que defende a igualdade de genero, considerando que homens estão em situacoes de inferioridade dentro daquilo que chamamos de regioes urbanos das nacoes industrializadas do ocidente.

    Ja ouviu falar em Warren Farrell, pai do masculinismo americano?

    Voce deveria um pouco conhecer o masculinismo como ele realmente é, e nao falar sobre o que ele não é , tomado como base blogueiros tupiniquins que nada entendem sobre masculinsmo, mais forte nos EUA e Inglaterra.

    Um video masculinista

    http://www.youtube.com/watch?v=bdCj-nf-izY

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Homens não são oprimidos por mulheres. Vocês não vivem opressão de gênero. É tão difícil entender?

      Excluir
    2. Pra quê que eu fui ver mesmo esse vídeo? Pra saber que todas as baboseiras que vocês falam têm origem na manipulação discursiva desse homem tão bonzinho que fala baixo? Ah, me poupe. #sempaciência

      Excluir
    3. Sou homem e sinto sim opressão de genero.
      - Quando um prédio pega fogo ou um navio afunda, as mulheres vão primeiro.
      - Quando tem uma guerra, os homens são convocados primeiro (por isso o serviço militar)
      - Em caso de divorcio é o homem quem deve deixar a casa, e os juizes (q são homens) favorecem a mulher e dificilmente dão a guarda para o marido.
      - Existem varios estabelecimentos em que mulheres pagam menos ou não pagam (se isso não é preconceito, faça a mesma coisa para brancos e negros)

      PS: Nem masculinismo , nem feminismo, não quero movimentos que só pensam no proprio umbigo, ao invés de encontrar uma solução boa para todos.

      Excluir
    4. Pois então, Mario, o feminismo luta contra todos esse pontos que você compilou. Feminismo é sinônimo de igualdade de gênero.

      Excluir
    5. Desculpe Roberta, mas o que você fala é bem diferente do que eu vejo.

      Não vejo feministas lutando por igualdade, somente para terem mais direitos (o que é bem diferente)
      Não vejo feministas lutando por delegacias melhores, e sim pra delegacia das mulheres, nem por hospitais melhores e sim hospitas para mulheres.

      Vejo mulheres dizendo que a lei maria da penha só serve pra mulheres (homem que apanha não tem direitos), concordo que existam mais mulheres que sofrenm abuso fisico, assim como homens que sofrem de terror psicologico das parceiras.

      Vejo mulheres que não querem ser objeto, quase nuas nas ruas fazendo protesto, e batendo nas pessoas.

      Excluir
    6. Eu nunca vi o feminismo levantando nenhuma dessas bandeiras.

      Excluir
    7. Isso diz mais sobre o seu conhecimento sobre o feminismo do que sobre o feminismo em si...

      Excluir
    8. Então me diga quando o feminismo lutou para que homens tivessem iguais changes de ficar com a guarda dos filhos, ou quando ele lutou para que os homens pudessem se aposentar com o mesmo tempo de trabalho que as mulheres, ou que os serviços militares fossem facultativos para o homem assim como é para as mulheres, ou quando o feminismo lutou para que entradas em estabelecimentos tivessem mesmo preço para homens e mulheres, ou quando o feminismo fez algo em relação a violência doméstica sofrida por homens ou quando falou algo contra o foro privilegiado da mulher. Nunca vi passeatas, protestos ou mesmo artigos em blogs reivindicando estes tipos de igualdade.

      Excluir
  9. Daniel Cortes09/04/2013 11:44

    Masculinismo merece a extinção- e voce, autora, acusa outras pessoas de serem intolerantes? Sem sequer ter lido qualquer livro masculinista? Sem saber mencionar um autor masculinista? Falou em Nehassan Alita, que sempre falou em relacionamentos em nunca em genero. É lamentável.

    Um exemplo de paragrafo do pai do masculinismo americano, que rompeu com o feminismo justamente por pessoas que têm essa mentalidade dogmatica e intolerante, tal como a sua.

    I am a men's liberationist (or "masculist") when men's liberation is defined as equal opportunity and equal responsibility for both sexes. I am a feminist when feminism favors equal opportunities and responsibilities for both sexes. I oppose both movements when either says our sex is THE oppressed sex, therefore, "we deserve rights." That's not gender liberation but gender entitlement. Ultimately, I am in favor of neither a women's movement nor a men's movement but a gender transition movement.”
    ― Warren Farrell, The Myth of Male Power

    http://masculinismo.org/sobre/masculinismo/

    Aqui talvez voce possa aprender um pouco, só lendo esse "sobre'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Extinção do masculinismo, sim. Não dos masculinistas. Isso não é intolerância - difícil mesmo de entender, né? O que Warren Farrell diz nesse parágrafo é igual ao que qualquer idiota diz quando não entende lhufas de feminismo. E vocês são um pé no saco.

      Excluir
    2. Extinção do feminismo, sim. Não das feministas. Isso não é intolerância - difícil de entender, né?

      "Pé no saco" é ter pensar e argumentar quando seus argumentos são pautados por dógmas e pela religião chamada "feminismo".

      Excluir
  10. Warren Farrel foi diretor da National Organization For Women por 3 vezes. Acho que ele entende mais de feminismo do que voce. Tambem vive sendo convidado para dar palastras em universidades nos EUA e Canadá.

    E como voce sabe que homens nao vivem opressao de genero? Você é um homem para saber?

    tagg, entenda uma coisa. Se você quer ter algum conhecimento sobre qualquer assunto, abra mão das certezas absolutas e se torne a maior inimiga de sua forma de pensar. Você demonstra um raciocíne a de pessoa mente-fechada, dogmática, presa às próprias idéias, agarrada em suas certezas absolutas. E o que te faz pensar é a dúvida.

    Querer a extincao de uma ideologia não é intorencia? Imagina. Se fosse uma ideologia de ódio, como o nazismo, aí sim. Mas o masculinismo apenas defende os direitos dos homens onde eles estao em desvantagem. Nao é contra os direitos das mulheres, nem defende a volta ao passado.

    Homens morrem sete mais cedo que mulheres ( se a diferença fosse biologica, a diferença nao seria de um ano só em 1920). Fazem mais hora extra- trabalhando, em médio, 6 semanas semanais fora de casa do que as mulheres, o que já compensa a jornada dupla feminina em grande parte. São 85% das pessoas em estado de pobreza absoluta. Responsáveis poo 80% dos suicidios - é estranho que tantos queiram deixar o paraíso, essa vida cheia de poder e privilégio, enquanto as "oprimidas" se matam 4 vezes menos. Também foram os únicos a morrem na guerra e a realizar trabalhos sujos, perigosos e pesados na história. Recebem descaso governamental com a saúde- há mais mortos de cancer de próstata do que de mama, mas 7 vezes mais verba para para pesquisas realizadas no cancer de mama. Os homens têm mortalidade superior em todas as doenças, e as estatísticas provam isso. Também são vítima de 90% dos homicídios - o fato de negros serem 3 vezes mais assassinados que brancos é constantemente apontado como demonstracao do racismo, mas o fato de morrerem 9 vezes mais homens de homicídio mais do que mulheres não é apontado como sendo sexismo. São minoria na universidade porque têm que trabalhar mais cedo. Se aposentam mais tarde, trabalham nos serviços mais sujos e pesados, sofrem mais risco de acidentes, morrem mais cedo e ainda são taxados de opressores. O numero de suicidios masculinos supera o de homicidios femininos.

    Mas é claro, voce jamais teria a abertura intelectual para dar ao masculinismo o benefício da dúvida, ler livros de autores como Warren Farrell, Socrate Nolasco , Norah Vincent, entre outros. Prefere continuar na sua mesma forma de pensar, manter suas certezas absolutas e ficar com elas. É muito trabalho não ter certezas, mas sim abertura intelectual para mudar de ideia, porque se prender no mesmo ponto de vista é mais comodo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOM!!!! Completamente destruidor! Mandou bem demais na resposta, a pessoa que escreveu nem respondeu!

      Excluir
  11. http://ncfm.org/ncfm-home/philosophy/

    Aqui da pra entender melhor o masculinismo e o que ele defende. Como ele é. Nao o que vc postou do facebook que nao tem nada a ver com masculinismo.

    Claro, quando confrontada com argumentos, voce faz o que sabe fazer, xingar e falar em manipulacao discursiva. Sem argumento nenhum.

    Da wikipedia:
    Quando a segunda onda do movimento feminista ganhou força nos anos 60, o apoio de Farrell levou a Organização Nacional das Mulheres de Nova York a convidá-lo para formar um grupo de homens. A resposta à esse grupo o levou a formar cerca de 300 grupos adicionais de homens e mulheres e se tornar o único homem a ser eleito três vezes para o Quadro de Diretores da Organização Nacional das Mulheres de Nova York (1971-1974).[5] Em 1974, ele deixou a organização nova-iorquina e seus ensinamentos na Universidade de Rutgers quando sua esposa se tornou "companheira" da Casa Branca e ele se mudou com ela para Washington D.C.[5]
    Durante seu período feminista, Farrell fez comentários escritos para o New York Times e apareceu frequentemente nos programas Today Show e no Phil Donahue Show, e apareceu na People, Parade e na mídia internacional. Isto, e seus grupos de homens e mulheres (um deles teve John Lennon como membro), inspirou "O Homem Liberado" ("The Liberated Man").[5] O livro foi escrito de uma perspectiva feminista, introduzindo preparativos familiares e no trabalho que poderiam melhor acomodar as mulheres no mercado de trabalho e encorajar homens prestadores de cuidados.

    Claro, voce sabe mais de feminismo do que ele.

    ResponderExcluir
  12. So pra finalizar, um texto didático que explica o que é masculinismo o que é o aquilo que a Lola e você pensam que é.

    http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2011/10/498614.shtml

    E palavras suas" idiota, pe no saco, nao entender lhufas, baboseiras, manipulacao"

    Concluindo: pessoa frustada e cheia de ódio, com problemas psicologicos (possivelmente problema de relacionamento com o pai, ou vítima de abuso sexual na infancia) que viu no feminismo uma tábua de salvação. Crenças conscientes são reflexo de nosso inconsciente. Questoes internas não resolvidas se projetam como ideologias, e como disse muito acertamente Carl Jung, posicionamento rígido de defesa de sua forma de pensar é uma sinal claro de dúvidas interiores reprimidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk!!! meu amor, mulher (aliás, gente) com problema de relacionamento com o pai e histórico de abuso é o pau que dá. na verdade, para nos atermos apenas às mulheres: é a nossa história. a história que o masculinismo quer calar antes mesmo de ser contada. e 'problema psicológico' é um eufemismo de mascu pra 'toda mulher é louca' - então, já que é assim, enfia o dedo no c* e cheira. cara, de boa, se você quiser entrar nessa de que o seu GÊNERO é oprimido, pergunte-se: por quem? por nós, mulheres? somos nós que fazemos as leis? somos nós que dominamos o mundo? nós dizemos que vocês são inferiores? nós algum dia já os consideramos propriedade nossa? algum dia já dissemos que têm menos capacidade intelectual, que não são humanos completos, estando entre um homem e um animal? vocês (e nós também) sofrem de capitalismo, meu bem, um sisteminha escroto criado por vocês mesmos. agora vai sentar lá ou, se não quiser, me refira o livro e a página em que o Jung diz essa tolice, essa mesma que diz menos sobre mim e tanto sobre você(aposto que algum mascuzinho sussurrou isso no seu ouvido).

      Excluir
  13. não, nós não somos oprimidos pelas mulheres, nós somos oprimidos por outros homens que acreditam que as mulheres são oprimidas... estes homens então, após terem caído nesse conto da vítima feminina passa a perseguir outros homens que não acreditam no conto... Jamais nós homens seríamos oprimidos por seres tão inferiores quanto as mulheres. Ahh, lembrete: Tem louça suja precisando ser lavada sabia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O lado positivo de receber esse tipo de comentário é a prova de que machismo e misoginia existem, que não são só parte do "conto da vítima feminina". Provando o que quer refutar, além de tosco, é ilógico.

      Excluir
    2. tem mesmo ainda gente que acha que essa da 'louça pra lavar' ofende? kkkkkkkkkk

      Excluir
  14. Fernando deu um tiro no pé! kkkk

    ResponderExcluir
  15. Eu já disse,em um comentário em outro post,que essa tagg tem uma mentalidade fascista, ela acha que conhece o bem absoluto e que todos que questionam esse bem absoluto que existe na cabeça dela devem ser calados.

    ResponderExcluir
  16. http://escrevalolaescreva.blogspot.com.br/2013/05/guest-post-guerra-invisivel.html

    ResponderExcluir
  17. o feminismo é uma doença muito grave, e tem de ser tratada para não afetar mais pessoas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mulheres que queriam outro status que não o de mães/putas nas sociedades ocidentais sempre foram vistas como loucas. tá falando novidade nenhuma. boa sorte na sua campanha.

      Excluir
  18. Feministas,suas bundas e tetas vão cair até o chão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E as suas, não?

      Deeeeeesce, ordinário! kkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  19. Nunca desrespeitei mulher nenhuma, ate ja tentei ser amigo de mulheres feministas, mas parece que elas tem um certo odio contra qualquer homem, entao fico na duvida? O que elas querem, alem dos direitos iguais? Sou um tipo de pessoa que nunca fez bullyng nem com homens nem mulheres, mas isso de diser que homem nao tem cerebro e bullyng, o mesmo pra homens que xingam mulheres, ja da pra percebe que os 2 movimentos sao negativos so por ficar se xingando.
    Vcs feministas planejam se casar ou sao casadas com homens? vc xinga todo dia seu marido? E ele te xinga tbm? Sao felizes assim? que tipo de homem vcs aprovam? Se e que aprovam algum, se eu me casar com uma feminista como faço pra nao brigar com ela, mas nao ficar debaixo de ordem? Nao aceito ordens nem de homen nem mulheres, eu mando na minha vida, e possivel viver em paz com uma esposa feminista? Sou a favor do fim de toda violencia, nao importando sexo ou raça, a pena de morte pra estupradores e assasinos seria a soluçao, acho que ate as feministas se esqueceram da dentista queimada viva, o menor que fez isso vai ficar preso apenas 3 anos, por que nao vao as ruas pedir justiça? pra essas coisas ninguem ta nem ai ne?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, o nível de surrealidade do seu comentário chegou a um patamar que eu desconhecia que existia. Vou ignorar as partes incompreensíveis.
      Se você tem dúvida, eu te respondo... Mulheres feministas saem, namoram, casam, trepam, assistem filmes e tomam suco de amora igualzinho mulheres "não-feministas". Mas as primeiras geralmente não aceitam homens que lhe façam sentir inferiores. E esse é o tipo de homem que mais tem por aí.

      Excluir
  20. Desinformação nesse post. Masculinismo é pra defender os direitos dos homens na sociedade.

    ResponderExcluir
  21. Ninguém refutou nada do que o anônimo escreveu em 13/04/13, até hj sem resposta. Até a autora do texto que se faz passar por mulher bem informada calou-se diante daquelas palavras. Aliás, só vi xingamentos e nada de contra argumentar aqueles textos. Pois é, feminista quando confrontada com fatos que contradizem tudo o que elas acham só sabem bater o pé e xingar. Típico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, você tem tempo na sua vida pra fazer algum texto sério refutando baboseiras masculinistas? Então, faça. Eu, mulher acusada 'de graça' de me 'fazer passar por bem informada' tenho mais o que fazer. Agora, se algum dia eu resolver refutar ponto a ponto esse comentário antigo - que deve ser seu inclusive, né? - já sei o que posso esperar: que nenhum masculinista entenda lhufas de porcaria nenhuma e continuem batendo na mesma tecla: mimimi 'somos oprimidos por mulheres', mimimi 'vocês ficam em casa e lutamos nas guerras', mimimi 'gastam mais em saúde da mulher que na dos homens', mimimi 'a gente trabalha na construção civil e em todos os trabalhos pesados', mimimi 'a gente não lava louça porque trabalha fora', mimimi mimimi mimimi... Coitadinhos oprimidos por mulheres esses homens, viu? Morro de dó. Tággidi

      Excluir
    2. ah, esse-anônimo-aí-que-deve-ser-você - e que acha que porque aprendeu uma ou duas técnicas interpretativas sabe de fato interpretar um texto; que porque ouviu falar de um ou dois macetes de base psicanalítica, sabe de fato interpretar uma pessoa; porque leu textos mais ou menos bem escritos dos masculinistas americanos acha que eles mostram a 'verdade por trás do mito' - não respondeu a nenhuma das minhas perguntas, que já eram contra-argumentos às suas insanidades, mas vem aqui cobrar respostas e reafirmar aquilo que acha que sabe - que feministas não sabem do que falam, que são irracionais e mesmo infantis - e que texto algum de feminista alguma jamais vai refutar. seu masculinismo é uma religião e razão alguma vai demovê-lo de sua fé. Tággidi

      Excluir
  22. Nao vi nem um argumento verdadeiro nesse texto, ate acusou masculinistas de fazer chacinas e incentivar o estupro, se fosse verdade saia nos reporters, falariam bem claro MASCULINISTAS SAO ASSASINOS!!! So o fato da autora do texto usar essa mentira ja nao se deve acreditar no resto do texto, e mostra que ela nao tem argumentos reais para acusar o masculinismo, sem fala que o texto inteiro praticamente repetiu essa frase: "masculinistas nao gostam de mulher, sao tudo sem cerebro" entao essa e a grande acusaçao que voce pode fazer contra eles? Dizer que estao errados pq sao sem cerebro, ou pq sao assasinos, outra acusaçao absurdamente mentirosa, isso mostra que voce nao tem nada pra falar deles, nada que se possa usar como argumento concreto, por isso usou mentiras, com certeza.a feminista que escreveu esse texto deve ser classe Z, nao tem a inteligencia nescessaria pra fazer uma mentira parecer verdade, igual fazem as classe A...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu fosse um masculinista, começaria dizendo que você usou do argumento ad hominem, o que quereria dizer que não tem argumentos consistentes contra minhas falas e por isso precisa me atacar pessoalmente. Mas eu não sou um masculinista - eba! - e por isso vou lançar um ad hominem a você dizendo que é um masculinista igual aos outros: burro e misógino. Não sabe ler nem interpretar um texto, pqp. Diz que eu minto, mas é capaz de afirmar o que eu nunca disse (= mentir): que masculinistas fazem chacinas (eu disse que eles foram cúmplices de chacina - clica na palavra em vermelho que tem o link pra explicar, seu burro); que eles incentivam o estupro não é novidade pra ninguém - é pra você? que pena! não conhece o próprio movimento! E você é burro o suficiente pra acreditar que tudo o que acontece no mundo sai na mídia. Na grande mídia brasileira mal apareceram alguns artigos tentando fazer o masculinismo parecer algo sério - o que não foi logrado, pra você ver como é fraca essa merda de movimento. Descerebrados, quando não francamente necessitados de internação psiquiátrica, 'pagapau' de americano babaca: esses são os masculinistas brasileiros. Se você não entendeu o que eu disse, falo mais 'facinho': masculinista brazuca é burro e/ou louco e só copia merda de americano burro e/ou louco. Tággidi

      ps: ah, eu não sabia dessa classificação tão honrosa das feministas: classe A, faz mentira parecer verdade; classe Z, não faz mentira parecer verdade. uau. que inteligente, hein? very clever! fico, assim, surpresa com o alto grau de perspicácia intrínseca a essa classificação.

      Excluir
  23. nossa..por que tanta tolerância com homens que descaradamente nos odeiam? não vai adianta nada..eles vão continuar se fazendo de vítima com discursinhos pseudo-filosóficos,vão continuar racionalizando nossa opressão,esses sujeitos devem ser ojerizados e punidos,chega de cair nesta bosta de chantagem emocional machista.
    É esse o grande problema do feminismo atual...ter pena de uns escrotos assim,que alegam que nossa reação ás suas violências é "discurso de ódio",como se eles pregassem o amor e empatia por nós,mulheres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. desculpe-me, querido anônimo, acho que punição só cabe quando crimes são cometidos. ser burro e/ou louco, como é o caso de 98% dos masculinistas, não é crime. quer dizer, quero crer que seus discursos não deságuam na ação - mas, se se tornam ação, como no caso do engenheiro Emerson, que a lei que temos dê conta da punição. se você julga que as leis são leves ou que devem ser mudadas (passando a abarcar situações que presentemente não são consideradas crimes ou penalizando certos crimes com maior rigor), bem, isso só se dará com mudança de mentalidade ou pressão dos grupos interessados. assim se faz a democracia - podemos não julgá-la justa, mas devemos levar em conta que algo diferente dela pode nos levar ao horror (a mais horror). portanto, peço a você que exerça a democracia conosco.

      Excluir
  24. Masculinismo é a ideologia política voltada aos direitos do homem, ou "restaurar" os direitos dos homens, que foram ROUBADOS por essas FEMINISTAS SATÂNICAS que TANTO DESTROEM esse Brasil (Brasília-DF) como no MUNDO TODO! E através das NOVELAS, SERIADOS E FILMES, e da PRÓPRIA VIDA REAL PASSIVA, há EXATAMENTE O NÚMERO MAIOR DE CASOS DE AGRESSÃO DE MULHERES CONTRA HOMENS, da mesma forma que em vice-versa. Ou seja: HÁ MULHERES BATENDO EM HOMENS, ESPANCANDO, CASTRANDO, MATANDO, ESQUARTEJANDO, e mesmo assim andam SOLTAS PELAS RUAS, IMPUNEMENTE, para VOLTAREM A COMETER OS MESMOS CRIMES BÁRBAROS CONTRA OUTROS HOMENS! MULHERES ASSIM são TODAS COVARDES, LÉSBICAS, ASSASSINAS, FROUXAS! Mulher de verdade NUNCA bate em homem, e NUNCA VI UMA MULHER DE VERDADE. É preciso dar um BASTA À ESSAS "BOSTALHERES" E "ESGOTALHERES" (incluindo MENINAS E ADOLESCENTES), e COLOCAR TODAS ELAS NA CADEIA! É LÁ QUE ELAS DEVEM FICAR: PRESAS, sendo ESPANCADAS, e ESTUPRADAS POR OUTRAS PRESAS, OU ENTÃO, MORTAS!!! TODAS AS FEMINISTAS TAMBÉM! ELAS também são umas CRIMINOSAS! Eu JAMAIS ficaria com uma mulher que bate em homem, pois isso seria COVARDIA MULHER BATER EM HOMEM! Aliás, MULHER COVARDE é o nome dado à TODAS AS MULHERES QUE BATEM NOS HOMENS, além de COMETER OUTROS CRIMES BÁRBAROS OU HEDIONDOS. Eu falei bem claro? Falo isso é para ME VINGAR e VINGAR TODOS OS HOMENS, que mesmo NÃO REVELANDO, FORAM AGREDIDOS POR ESSAS "LÉSBICAS" AÍ! HOMEM também tem o direito de DENUNCIAR A MULHER QUE OE AGREDIU, e se a POLÍCIA ri da cara dele, isso significa que DELEGADOS E POLICIAIS SÃO UNS PORCOS E INCOMPETENTES, como TODOS OS BRASILEIROS, e essas DELEGACIAS E PLANTÕES ESPECIALIZADOS DA MULHER são TODOS SEXISTAS! Ah, se eu pudesse, eu ATEAVA FOGO nessas PORCARIAS! Se eu pudesse também, MATAVA TODAS AS MULHERES, principalmente por serem FEMINISTAS! FEMINISTAS SÃO TODAS LÉSBICAS, e LÉSBICAS NUNCA GOSTAM DE HOMENS, NEM DO PÊNIS DELES, e andam cometendo CRIMES BÁRBAROS E HEDIONDOS como CASTRAÇÃO, CHUTE NOS TESTÍCULOS, ETC ETC. E se ELAS alegam ter TPM, ELAS BEM QUE MERECEM LEVAR UM CHUTÃO NA VAGINA PARA VER SE ESSA MALDITA TPM FEDORENTA PASSA LOGO DE UMA VEZ!!! Essa LEI MARIA DA PENHA não passa de uma LEIZINHA VAGABUNDA, e TEM QUE SER REVOGADA, pois esse termo "MULHER" FERE o princípio de IGUALDADE, e todos nós homens, e isso IMPEDE a heterossexualidade, e faz com que, em vez de coibir a violência doméstica EM GERAL, pretende COIBIR a esse sexismo de VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER, mas SÓ CONTRA A MULHER, AUTOMATICAMENTE está fazendo com que TODAS AS MULHERES, "BOSTALHERES", "ESGOTALHERES", o que preferir, VIREM LÉSBICAS, TODAS ELAS, SEM EXCEÇÃO, a menos que UMA NÃO SEJA UMA FEMINISTA, porque EU SOU CONTRA O FEMINSMO, e VOU DETONAR TUDO!!! FODAM-SE AS FEMINISTAS!!! TODO FEMINISMO É SATÂNICO e tem que ser CRIME, como a DISCRIMINAÇÃO CONTRA HOMENS! Se a mulher APANHA, ELA tem que APANHAR mesmo, NÃO VENHAM COM ESSE NEGÓCIO que "não pode porque é MULHER" ou "em mulher não se bate nem como uma rosa", porque ESSAS FRASES, por MAIS SEXISTAS que sejam, estão DISCRIMINANDO o sexo oposto, e isso é INTOLERÁVEL! Se o homem apanha, por que a mulher não pode apanhar também? MULHERES BEM QUE MERECEM porque SABEM QUE ESTÃO MERECENDO. Não tem que ficar apoiando elas, defendendo-as, protegendo-as, encobrido-as, SUPERIORIZANDO-AS. Isso que vocês fazem são uns TRAIDORES! Se uma mulher bater na cara do homem, o homem tem que revidar na mesma moeda. Mesmo que alguns sejam abusados, NENHUMA MULHER tem o direito de bater em homem, caso contrário, ELA PERDEU TOTALMENTE O RESPEITO POR TODOS ELES. Mulher que arruma confusão com homem é LÉSBICA!!! LEMBREM-SE DISSO, EU FIU BEM CLARO???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Normalmente excluímos comentários de ódio, mas deixamos este em caráter humorístico.

      Excluir
    2. Fiu bem claro, claro.

      Excluir
    3. Caramba, o que foi isso?

      Excluir
  25. A "Real" não é formada por retardados, e sim por caras masculinistas que são contra as mazelas do feminismo e pregam o a prioridade ao "desenvolvimento pessoal" isso é FATO.

    Feminazistas! Respeitem o Movimento Masculinista!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FATO. claro que é. eu, femi... o quê? ah, femiNAZI, só posso respeitar o "movimento", porque, né? COMO não? tão coerente, honesto, profundo e verdadeiro ao chamar mulheres de depósito de esperma... e ao lutar para desenvolver o seu pessoal na arte de se achar merecedor de tudo, superior a todos pela inteligência, quando tem só a força e um ódio visceral alimentado pela ignorância e pelo ressentimento. como podem se achar 'melhores' se o simples fato de as mulheres poderem ser livres de seus desmandos lhes faz bufar e cagar nas calças?

      Excluir
  26. Vocês lutam tanto por direitos iguais... Quero ver na hora de abandonar o navio! kkkkk!

    ResponderExcluir
  27. Sou mulher, mas não concordo com nada escrito aqui. o feminismo é tão ridículo quanto o machismo.
    Por favor, vá fazer algo melhor com o seu tempo. E na próxima vez que escrever um artigo use uma linguagem menos suja, é o mínimo que se pode exigir de um texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aqui onde? aqui no texto? aqui no blog? aqui nos comentários?
      1) se você faz tal afirmação sobre feminismo, não entende de feminismo.
      2) mande no seu quadrado, no meu mando eu.
      3) linguagem suja é a que mantém o establishment.
      4) entre no site 'Homens de Bem' se quiser saber o que é masculinismo.
      5) um beijo para você, querida. espero que algum dia tenha tempo de analisar com mais calma as questões realmente profundas que o feminismo traz e que podem transformar você e o mundo.

      Excluir
    2. cara,..é nessa horas que me pergunto se a mulher brasileira é digna de defesa...se é que foi uma mulher que escreveu..o que mais tem é mascu se passando por mulher nesse nosso querido mundo digital! Só retardada mental para defender mascu!

      Excluir
  28. Ary Martins14/12/2013 05:20

    As feministas insistem associar a causa do homem (que é uma militância bastante abrangente e mundial) com o movimento da real, que se restringe a um reduto da internet, para desqualificar toda a causa. Seria como eu ficar insistindo no Scun Manifesto, da Valerie Solanas, para desqualificar o feminismo sério e comprometido, que tem pautado suas causas na igualdade de gêneros. Procurem por nosso grupo na internet: https://www.facebook.com/groups/320047081415326/

    A causa que a Masculinismo Brasil milita, não tem desacordo com o feminismo. Talvez nós sejamos um dos poucos grupos masculinistas no Brasil e no mundo que não deseja voltar para trás a roda do tempo. Talvez não seriamos tão poucos, se não houvesse esse excesso de sentimento de revanchismo contra o homem, perpetrado por algumas feministas. Não compartilhamos das características de alguns masculinistas, que são reacionários, de direita (necessariamente), homofóbicos, chauvinistas, etc. O nosso masculinismo anda de mãos dadas com o feminismo na busca por igualdade de direitos. Aliás, quem lê meus textos, quem assiste aos videos que produzo, sabe bem disso. Baseado neste aspecto, muitos me perguntam: "então por que não deixar apenas o feminismo falar, uma vez que ele já milita por isso?" Ai entra dois pontos que a nós justifica falar em masculinismo. Primeiramente, os homens também carecem de muitos direitos que lhe são negligenciados: boa parte das pessoas na verdade nem pensam nesses direitos, já que históricamente homens não tem protestado em causa própria (alguns inclusive acham frescura falar das necessidades masculinas). E isso não pode ser pauta principal da agenda feminista, já que ela (e por justa causa) precisa pautar suas ações primeiramente nos vários problemas que a mulher sofre em nossa sociedade. Esse primeiro ponto justifica uma militancia que também paute em prol das causas masculinas, e como tal, não existiria nome mais adequado que "masculinismo". O segundo ponto que nos compele a justificar o masculinismo, é na forma de uma crítica: crítica ao excesso de discurso de vitimização, que coloca o homem sempre como a causa primeira dos problemas do mundo. Para a ala mais radical do feminismo, em toda parte, em todo problema social e as vezes nem meramente social, existe o machismo como causa. É como se o homem fosse o centro do universo nesse aspecto. Desarticular esses exageros, evidenciando que a sociedade é composta por homens, mas também por mulheres, e que ambos os gêneros estão à mercê de fatores históricos, pré-históricos e até evolutivos, no ímpeto de negar esse exagero em atribuir todas as mazelas aos homens, é uma das causas do masculinismo, ao meu ver. Portanto, o masculinismo se justifica por essas duas vias: pensar os direitos masculinos e mostrar que o homem não é a única causa dos problemas do mundo. Assim como a mulher, o homem também não é a parte beneficiada da história: também passa e sempre passou por diversos constrangimentos e situações que não lhe foram favoráveis. É uma questão que vai além da demarcação de gêneros: é uma questão de democracia autêntica, que se solidariza com os direitos humanos em geral.

    ResponderExcluir
  29. Porque eu não tenho o direito de ser masculinista ?
    Bem tolerante você ofendendo os homens que decidem pelo seu caminho ...

    Feministas são bem intolerantes ...

    Homens são oprimidos SIM
    hospital da mulher, programa do cancer de mama pra mulher, leis de 15 minutos de descanço pra mulher, delegacia da mulher , aposentadoria mais cedo e etc ..
    Isso só acontece pq os homens se matam de trabalhar pra sustentar família.

    Dá pra respeitar meu direito de ser masculinista?
    Não é você quem decide se eu me sinto oprimido ou não.

    ResponderExcluir
  30. Bom,pergunto á autora que me respondeu dizendo que propagar tais violências não deveria ser considerado crime,o que acontece se alguém escrever um blog racista,nazista ou homofóbico.Ninguém pergunta se o autor teve algum trauma com negros,homossexuais,ou judeus;ninguém fica tendo pena,tratando-o como uma vítima com "problemas mentais";ele é indiciado e preso,dependendo da intensidade de ódio que escreveu.Mas com blogs horrendamente machistas,tudo é permitido,só vai preso se alguém cometer um crime.É assim que vamos chegar a algum lugar? Masculinista não é burro,nem louco,nem "pobre coitado",é CRIMINOSO,ponto final,e deve SER TRATADO COMO TAL ANTES MESMO DE COLOCAREM SUAS INSANIDADES EM PRÁTICA.

    Nós mesmas jogamos bostas na nossa luta,nós mesmas sempre ficamos naquela de "não é bem assim",enquanto os homens,dá-lhe viloências em cima de nós!
    Obs; é anônimA.Nem tanto,na verdade.Nome: Clarice.

    ResponderExcluir
  31. Quanta feminazi!Filhotes da besta mor ,lola bostavich,uma infanticida sapata.

    ResponderExcluir
  32. Mulheres, sejam razoáveis, muitos de nós masculinistas, aliás, a grande maioria, respeitamos o movimento feminista. Por incrível que pareça, não somos machistas, não queremos assassiná-las, estuprá-las ou algo do tipo, somente queremos igualdade em determinados aspectos, como alistamento militar e o processo de guarda de filhos, por exemplo. O Feminismo também sofreu com isso, mentiras, calúnias, difamação e etc. Sinceramente, eu esperava mais de vocês, mais desse texto, minha expectativa era de um post parcial, baseado no respeito mútuo. Felizmente existem feministas que acima de tudo, são humanistas, agradeceria à elas pela solidariedade quem compartilham conosco, mas elas provavelmente não visitam este blog.

    Gabriel I. de N. Pereira

    ResponderExcluir
  33. é obvio que as mulheres sempre estiveram no poder. o poder dos homens é apenas o de proteger as mulheres. essa foi a nossa missão dada pelos antigos. vivemos menos, cometemos suicídio, nos viciamos em droga por que a vida pra nós é dura, as mulheres no cobram muito para poder ter acesso a um pouco de prazer. somos descartáveis, quando morremos dizem homens morrem disso.. aquilo... parece que falam no geral, mas quando é uma mulher que morre falamos uma mulher morreu e todo mundo se espanta. do que vale nossas vidas, somos meros braços pra sustentar as mulheres, contruir casa guerrear em defesa das mulheres, se morremos poucos homens podem reconstituir a humanidade, veja o caso do Naufrágio com 18 homens e 15 mulheres perdidos na ilha, sobrevirem 10 mulheres e 1 homem, todos enlouqueceram, suicidaram, se mataram, e tudo porque a vagina é um objeto sagrado que deve ser reservado para os melhores, por isso que para o homem a vida não tem sentido e morre. veja quando um homem perde sua esposa entra em depressão, quando uma mulher perde um marido faz festa. não valemos de nada pior que um jambo na rua, um copo descartável. por que que as cadeis estão lotadas de homens, que temos que nos alistar, a obrigação de trabalhar? nenhuma mulher se acha digna de sustentar um homem, é obrigação dele sustenta-la. ora, vejamos, o mundo todo entra em conflito por conta da vagina sagrada. essa é a verdade. perceba que os traficantes são homens em sua maioria não formam famílias, por isso entram para crime, os mendigos são homens, os presos, veja os oriente médio, onde uma massa enorme de homens não podem casar por que as mulheres exige

    ResponderExcluir
  34. m 100 cabeças de gado, como lá o uso de droga é restrito, acabam entrando em organizações políticas extremistas como a al qaedra, Hamas, fatha, tudo isso por que a vagina é cara. as mulheres não se importam com o nosso sofrimento e fazem questão de destruir a nossa imagem como macho terríveis, elas se escondem por detrás das lágrimas e olhares penosos, nós aprendemos que homem não chora deve ser bravo valente par proteger nossas mulheres e crianças eis as palavras mais motivadoras de guerra. os caso da índia precisam ser entendidos, lá a mulher ficar com quase toda propriedade do marido e este serve apenas para trabalhar e enriquecê-la, depois ela se casa com outros e o explora novamente, sustentar uma mulher ná índia é caro, elas não podem trabalhar como os meninos que cedo vão para os campos, por isso as próprias mães pobres matam sua filhas para não ter gastos, não o homem quem obriga são as próprias. o dote é dado para que a família da mulher seja respeitada pela família do homem que normalmente é mais rico e sabe que as mulheres querem apenas expropriá-los, essas famílias defendem seus filhos por que estão defendendo a sua propriedade, por isso é tão importante conquistar a família do noivo com algum dote, mas dificilmente a família paga um dote para um dalit, ou intocáveis, as mulheres migram de castas e podem alcançar os bramanes pelo simples fato de bonita, para o homem só rista o trabalho. até quando vamos achar que isso é justo? dizemos que os homens batem nas mulheres, mas isso sempre foi um minoria, e na verdade as mulheres também agridem os homens, surgem as primeiras denúncias no Chile onde a lei não se chama Maria da Penha como uma clara defesa da mulher, mas é uma lei contra a violência doméstica, assim, são os homens que estão denunciando as mulheres, eles perderam a vergonha. mas os homens são violentados constantemente, faça o teste, como nos manda Drauzio Verela, perceba que as mulheres nos agridem verbalmente e nos obrigam a ganhar dinheiro, por isso muitos trabalhadores se envolvem com corrupção nos seus locais de trabalho, e as mulheres ficam ilesas, até recebem benefício quando vamos preso. isso é um absurdo. queremos direitos iguais. se tivermos dificuldades queremos contar com uma mulher compreensiva que inclusive trabalhe pra nos sustentar nesses momentos, assim como nós nos dispusemos durante toda história da humanidade. queremos que as mulheres exijam menos de nós, não quero me matar de trabalhar e estudar para ser alguém e conseguir uma boa vagina. meu pai morreu de infarte, ele era doente dos rins e minha mãe vivia brigando com ele por que ele não conseguia colocar alimento em casa, então ele mesmo doente saia pra arrumar trabalho, o último que trabalhou era vendendo frios, era informal mas ele trabalhava tanto que conseguia pagar um curso de enfermagem para ela, mas ela desistiu e jogou todo esforço do meu pai fora. ela continuava com a pressão, não era a vida que ela sonhava ele precisa trabalhar mais, então ele abriu um barraca de frutas, aí ele trabalhava nos dois locais, os seus clientes estavam lhe devendo, e não tinham como pagar, ele ficava nervoso, sem saber como conseguir dinheiro para manter os luxos da minha mãe, seu coração não aguentou, ele morreu, perdi meu pais aos 14 anos, desde então eu passei a trabalhar feito um burro de carga, subindo ônibus com sacos de batata, melancia etc, acordava pelas 2:30 da madrugada. eu sabia que se levasse essa vida iria ter o mesmo fim de meu pai, arrumar uma mulher para me explorar e matar de enfarto, então estudei, passei no vestibular, estou escrevendo um livro que falo da dominação das mulheres e de

    ResponderExcluir
  35. sua hipocrisia. na minha adolescência eu não conseguia escutar ninguém falando mau de seu pai e defendendo a sua mãe que eu arrumava logo confusão, dizia que ele é burro, que não percebe a nossa condição de vida. me chama de machista, de direita. mas foi o marxismo que me despertou para entender essa dominação feminina, sou comunista e defendo que o mundo só terá paz quando conseguirmos colocar a mulher exercendo os mesmo deveres dos homens, ou seja, trabalhar pesado, carregar peso, e nós fazermos os seus deveres também, lavar prato, l
    varrer a casa, isso é direitos iguais, mas penso que a mulher deve se vestir igual ao homem, pois é justamente no seu poder de sedução que ela domina o homem, e por isso estamos em desvantagem. precisamos acabar com as diferenças de fato, elas devem cortar o cabelo como nós, e se vestir como nós, pois a natureza não deu cabelo grande pra ninguém, mas isso é um privilégio quem não precisava sair para caçar.

    ResponderExcluir
  36. Mulheres, meninas e adolescentes do sexo feminino, que são umas VÍBORAS FEMINISTAS, se eu pudesse, EU CONTRATAVA HOMENS TARADOS para DOPAREM ELAS, e depois AS ESTUPRAREM, é claro, e enfiar o PAU NO CÚ DA BUNDA DELAS para que ELAS APRENDAM A SER MULHERES DE VERDADE, além de RESPEITAR OS HOMENS, e DEIXAREM DE SER FEMINISTAS. FEMINISMO É CRIME, e precisa ser EXTINTO, pois NUNCA PREGOU IGUALDADE DE NINGUÉM!!! Tomara que essas VÍBORAS dessas FEMINISTAS SATÂNICAS sejam ESTUPRADAS, porque merecem, como TODAS AS MULHERES MERECEM, ainda mais com essas ROUPAS COLADAS AO CORPO (CURTAS, MÉDIAS ou LONGAS) que devem ser muito GOSTOSAS, BIQUINIS GOSTOSOS na PRAIA ou na PISCINA, no VERÃO ou EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO, e OUTRAS INDECÊNCIAS MAIS, isso explica porque MULHERES DE HOJE, SENDO MODERNAS, MERECEREM SER TRATADAS COMO UM PEDAÇO DE CARNE QUE SE COME. MULHER HOJE NÃO PASSA DE UMA VAGABUNDA, e tem que ser COMIDA, FODIDA, JOGADA FORA QUE NEM LIXO. ELA É UMA PUTA, PIRANHA, VAGABUNDA, como TODAS AS OUTRAS. Não estou para brincadeiras. Falo isso muito sério. E aviso: A PESSOA QUE É FEMINISTA, NO CASO DAS MULHERES, É MISÂNDRICA, HETEROFÓBICA, É LÉSBICA, É COVARDE, É ASSASSINA, É OPRESSORA, E NÃO PODE FAZER PARTE DA VIDA SOCIAL DE NINGUÉM. NEM HOMOSSEXUAIS, que são TODOS HETEROFÓBICOS, NEM MULHERES QUE SÃO FEMINISTAS E OPRESSORAS DE HOMENS, E NEM MESMO NEGROS RACISTAS TAMBÉM DEVIAM FAZER PARTE. São TODOS UNS EGOÍSTAS, SEM CARÁTER, SEM ESPIRITUALIDADE E NÃO SÃO NEM UM POUCO HUMANOS, e se MERECEM SER CHICOTEADOS NO TRONCO, MERECEM, SE AS MULHERES MERECEM SER ESTUPRADAS, ELAS MERECEM, SE OS HOMOSSEXUAIS (GAYS E LÉSBICAS) MERECEM SER ESPANCADOS E MORTOS, ELES MERECEM! ISSO É TUDO QUE EU POSSO DIZER, E CHEGA DESSA PROSA!!!

    ResponderExcluir
  37. Moça desculpe-me, sou homem e respeito mulheres. Nunca fiz nada de errado com alguma delas, não é do meu feitio e formação! Mas me sinto muito mal com o que as feministas escrevem e dizem de todos os homens! É um direito, reconheço mas garanto a vocês que os masculinistas sabem muito melhor que vocês como tratar o homem. Não fosse seus exageros(dos masculinistas) como pregar ódio e violência tenho certeza que eles ganhariam muitos adeptos! E essa guerra, a exemplo de outras que tem por aí, pode durar milênios.

    ResponderExcluir
  38. O tal "movimento masculinista" é reacionário.Ao menos a maioria dos seus adeptos é reacionária.

    Eles reivindicam direitos que os homens já possuem,como de usar calças,camisa polo azul,jogar futebol,brincar de carrinho...Direitos que as "feminazistas" querem tirar-lhes,transformando-os em "bichinhas afeminadas".
    Também reivindicam o direito de arrotar e peidar sem serem chamados de "mal educados",mas sim de "homens de verdade".

    ResponderExcluir
  39. Sinto muito, mas por mais que vocês tentem nos ridicularizar com argumentos e adjetivos jocosos, o masculinisno só cresce no mundo todo. É a contrapartida de um feminismo misandrico travestido de busca por igualdade. Eu nunca forcei mulher nenhuma a nada, sempre namoradas que amei, tenho amigas, primas, mãe, colegas de trabalho em posição superior que sempre respeitei e que me adoram rs. Sou um homem absolutamente normal, orgulhoso de minha situação de macho assim como mulheres e gays tem orgulho de serem o que são. Não achem que nós, homens, exceto manginas e White Knights de facebook em busca de likes, ficaremos calados enquanto mulheres nos tacham de 'estupradores em potencial' ou machistas.

    ResponderExcluir
  40. Quem se sente oprimido por mulher é frouxo. Eu mando tomar no cu a espertinha que tenta me manipular. Ah, e a autora do texto falou mal do capitalismo como se fosse coisa do demo. Pode não, fia. Capitalismo é o sistema econômico, apesar da suas falhas, que garante a liberdade e maior distribuição de riqueza.

    ResponderExcluir
  41. Quem se sente oprimido é frouxo? Então se prepare para uma falsa acusação e veja como vai ser valente na cadeia após uma acusação de estupor!
    Elas dizem que temos de aceitar as leis absurdas? Então fiquem cada vez mais cim suas leis, mas não reclamem que não tem homem no mercado, afinal "Meu corpo, meu dinheiro, minhas regras", não somos obrigados a fazer vossas vontades.
    Para os homens com discernimento: Fechem os ouvidos e virem as costas para quem vos ataca, siga em frente na sua vida sem olhar para trás, existem inúmeras boates e GPs lindas ( que põe qualquer civil no chinelo brincando), muito mais barato, seguro e honesto do que uma civil.
    O homem que homem, ao contrário do que os manginas e CSP dizem (se é que são homens que postam realmente) se arruma na vida fácil,tem força e é racional, pode viver tranquilamente sem mulher ,filhos e aproveitar a vida ao máximo, gastar seu suado dinheiro com si mesmo, ter uma vida sexual casual muito boa e ser feliz...essa é a nossa vantagens e temos de aproveita-la.
    Agora alguns otários querem sustentar balzacas e se dizem politicamente corretos, que mulher é vitima,bla,bla,bla...nem deem ouvidos a tais ideias torpes e sem sentido.
    Homem de verdade segue seu rumo sem olhar para trás.
    Quanto às ativistas com o seu relativismo barato de esquerda saibam que vocês não são o modelo de mulher para a esmagadora maioria dos homens decentes, então façam o favor de não encher mais o saco de quem não quer se relacionar sério com vocês, afinal só servem para sexo casual e olhe lá ....fim de papo.

    ResponderExcluir