Não saia de casa à noite sozinho, HOMEM

por Roberta Gregoli

Uma maneira muito eficaz de se detectar padrões duplos (o famoso 'dois pesos, duas medidas') é aplicar o padrão em questão ao sexo oposto e, se soar estranho, a injustiça é explicitada. Este post mostra como seria ridículo aplicar os mesmo 'conselhos' dados às mulheres aos homens para evitar agressão sexual.

A querida Valéria Guimarães me mandou um ótimo texto que faz algo parecido, mas, para mim, melhor ainda, porque não só inverte a equação, mas a reformula com a própria premissa. Explico: este discurso de 'dicas de segurança para mulheres' tem um fundamento muito simples, o de que os homens têm um instinto sexual incontrolável. A própria ideia de roupa 'provocante' é sintoma disso: certos tipos de roupa provocam algo que é difícil - ou não pode - ser contido, não é isso?

Aliás, várias outras falácias do machismo são baseadas nesse mito. Ou você já viu alguma pesquisa que prove que os homens têm, de fato, maior desejo sexual que as mulheres? Os homens ficam nessa posição de boçais que, vítimas da própria natureza animalesca, não podem fazer nada contra ela, o que, em última instância, significa que não podem se responsabilizar pelos seus impulsos.

Já deu pra ver onde isso dá, né? Estupro? É culpa da mulher que usou uma saia que fez o cara 'perder a cabeça'. Também nessa premissa se baseia todo aquele discurso que as mulheres são seres sensatos e morais que precisam 'civilizar' os homens. Aquela história de que homem só sossega quando encontra uma mulher séria, sabe? Que o homem 'tomou jeito' depois que conheceu a fulana (= mulher séria).

O texto explora essa premissa - já que homens são trogloditas em potencial, vamos inverter o discurso e limitar a liberdade deles, não a das mulheres. Como não encontrei uma versão em português, fiz uma livre tradução de partes do texto:

E se respondêssemos à agressão sexual limitando a liberdade dos homens da mesma forma que limitamos a liberdade das mulheres?

Solicitação para que homens usem vendas ao sair em público

Em resposta à alegação de que homens são incapazes de controlar seus impulsos de estuprar mulheres usando roupas curtas, agentes dos diversos órgão de segurança lançaram uma solicitação para que os mesmos utilizem vendas nos olhos quando transitarem em lugares onde possam encontrar mulheres usando decote ou saia curta.

"Há anos ouvimos que os homens não conseguem reagir ao ver uma mulher usando, por exemplo, roupa de ginástica, e que, no entendimento deles, ver as curvas do corpo de uma mulher é um convite ao sexo, quer ela queira ou não", disse um policial. "Se isso é verdade, então não temos escolha. Queremos que as mulheres estejam seguras e, se aparentemente não há maneira de alguns homens controlarem seu comportamento ao se depararem com um decote, então todos os homens terão que cobrir seus olhos ao ir para a academia, frequentar bares ou discotecas ou mesmo ir à praia." [...]

Seria sensato deixar homens saírem sozinhos à noite?

Preocupados com os estudos recentes que mostram que, em média, 6% dos homens são perpretadores de agressão sexual durante o curso de suas vidas [...], líderes religiosos locais fizeram um apelo para que pais proíbam seus filhos homens de saírem à noite, a menos que estejam acompanhados da mãe, irmã ou uma amiga de confiança.



Os homens expressaram preocupação, dizendo que essas medidas podem impedir que alguns deles executem tarefas quotidianas, como ir à escola, trabalhar e participar de eventos sociais.

Em resposta, os líderes religiosos disseram "entender que isso talvez seja um inconveniente para alguns", mas que "essas pequenas dificuldades não são nada quando comparadas ao horror que uma agressão sexual causa à vítima". "Na verdade", disse o líder da organização, "qualquer limitação à liberdade dos homens é melhor que o risco que corremos de alguns deles agredirem alguém. É uma questão de bom senso."


É hora de admitir que alguns empregos são simplesmente muito perigosos para os homens?

As recentes acusações que Jimmy Savile estuprou centenas de crianças enquanto trabalhava como apresentador de TV para a BBC gerou diversos pedidos da sociedade civil, requisitando que se evite contratar homens para cargos semelhantes.


Jimmy Savile
"Sabemos que nem todos os homens são estupradores, e que alguns homens provavelmente são confiáveis para apresentar programas de TV de forma segura", disse o diretor da Televisions Within Borders, um grupo de profissionais que promove o bem-estar dxs apresentadores de TV. "Entretanto, sabemos que alguns homens não são dignos de tal confiança. E por que correr esse risco? Há muitas mulheres qualificadas que podem fazem o mesmo trabalho." [...]

Os que apoiam o movimento alegam que não houve um único caso  de abuso sexual de crianças por parte de técnicos de futebol desde que todos os técnicos das equipes de futebol universitário norte-americanos foram substituídas por mulheres, após o escândalo sexual na universidade Penn State no ano passado.




4 comentários:

  1. Tem muito discursinho pseudo-cientifico que fala que "mimimi, homens tem mais desejo e querem sexo o tempo todo mimimi". Mas nunca vi um artigo científico decente que comprovasse de fato.

    E é engraçado, porque as mesmas pessoas que falam que ''homens são assim mesmo", "mulheres não gostam tanto de sexo" ou "o homem sempre quer, a mulher não" etc são as primeiras a olharem torto para uma mulher mais livre sexualmente ou que tenha muitos parceiros. Afinal, como é possível uma mulher gostar tanto assim de sexo?Só pode ser uma vadia doente da cabeça.

    E claro, vamos jogar fora os séculos e séculos de história que nos mostra o quanto o desejo feminino foi ou repudiado pela religião, ou tido como "quase inexistente" por uma ''ciência'' tão manipulada e machista quanto.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Ownn, obrigada por acompanhar! Beijocas!

      Excluir